otc asthma inhaler canada

over the counter asthma inhalers

abortion information

buy abortion pill

 

 

PRODUÇÃO AGRÍCOLA

COMPOSIÇÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR

 

PROCESSO AGRÍCOLA

 

PREPARO DE SOLO

Amostra de solo

Realizadas com o objetivo de monitorar as características químicas do solo, através de análises laboratoriais, visando a recomendação do uso de fertilizantes e corretivos nas áreas de implantação, reforma e soqueiras da cana-de-açúcar.

 

Aberturas de Trincheiras 

 Realizado para a verificação da compactação do solo.

 

Aplicação de corretivos

Calcário: corrigir a acidez do solo e suprir a necessidade de cálcio e magnésio;

Gesso: condicionar o subsolo a suprir a necessidade de cálcio e enxofre;

Fosfato: Suprir a necessidade de fosfato.

 

 

Gradagem pesada: Destruir plantas invasoras, incorporar ao solo restos culturais e descompactar camadas superficiais do solo;

Gradagem intermediária: Complementação, corte e incorporação de restos culturais remanescentes da gradagem pesada;

Subsolagem: Promove a descompactação do solo, favorecendo a capacidade de infiltração da água e o desenvolvimento do sistema radicular da cana-de-açúcar.

 

Construção ou reforma de terraços: conserva o solo através da contenção e condução de águas pluviais, evitando possíveis danos causados por erosões.

 

Colheita de Mudas

 

 Plantio Mecanizado

 

Nivelamento do solo

 

Formação da Lavoura

 

Fitossanidade

A cana-de-açúcar é atacada por cerca de 80 pragas, porém, pequeno número causam prejuízos a cultura. Dependendo da espécie da praga presente no local, bem como do nível populacional dessa espécie, as pragas de solo podem provocar importantes prejuízos a cana-de-açúcar, com reduções significativas nas produtividades agrícola e industrial dessa cultura.

Dentre as principais pragas, destaca-se:

Nematóides: São parasitas de plantas responsáveis por uma parcela significativa de perdas provocadas pela destruição do sistema radicular. Controlados com aplicação de nematicidas no solo, no momento do plantio.

 

Cupins: Insetos de hábitos subterrâneos. Alimentam-se de matéria orgânica morta ou em decomposição e vegetais vivos. Controle realizado com aplicação de inseticida.

 

Besouro Migdolus: Ataca e destroí o sistema radicular.

Controle Mecânico: Destruição do canavial;

Controle Químico: Aplicação de inseticidas;

Controle Cultural: Uso de armadilhas com feromônio sintético.

 

Broca: As larvas penetram o colmo, perfurando-o na região nodal, cavam galerias onde permanecem até o estado adulto, mariposas.

Os prejuízos decorrentes do ataque são:

- Perda de peso;

- Morte de algumas plantas;

- Queda do colmo na região da galeria;

- Redução na quantidade de caldo;

- Podridão-fusarium e podridão vermelha.

O controle mais eficiente é o biológico, através de inimigos naturais que são liberados no campo (Cotesia flavipes) vespas.

 

Tratos culturais

Aplicação de vinhaça

Com elevados teores de potássio, água e outros nutrientes, é utilizada na irrigação para fertilizar o solo.

 

Aplicação de torta de filtro

Muito rica em fósforo a torta é utilizada como adubo.

 

Aplicação de Herbicida

 

Colheita Mecanizada

 

Transporte e pesagem da cana

 

 
 
 
Usina São Fernando Açúcar e Álcool - © 2018 / Desenvolvido por: G3C Consulting.
Sede na Rodovia MS – 379 (Sentido Laguna Carapã) - CEP: 79843-000 - Dourados - MS - Brasil
Telefone: (67) 3420-1500